Dedicated Analytical Solutions

Livretos e folhas de dados

Recomendamos que baixe os seguintes documentos

Serviço e atendimento FOSS

Mais que um simples instrumento, as soluções da FOSS são respaldadas por uma rede global de mais de 250 engenheiros técnicos altamente treinados.

FOSS Suporte

CombiFoss™ 7

Fazendo a diferença na análise do leite

Assuma a liderança no teste do leite e permaneça à frente. O CombiFoss™ 7 integra perfeitamente os instrumentos MilkoScan™ 7 e Fossomatic™ 7 para testar o leite in natura em até 19 parâmetros, incluindo a exclusiva contagem celular somática diferencial, permitindo que você forneça aos produtores dados mais sofisticados para a melhoria do controle da mastite. Os resultados são entregues simultaneamente em seis segundos, enquanto recursos exclusivos de equipamentos e programas ampliam a proficiência no laboratório.

Parâmetros

Gordura, proteína (verdadeira e bruta), caseína, lactose, sólidos (SnF & TS), ureia, ácido cítrico, ácidos graxos livres, perfil de ácidos graxos, depressão do ponto de congelamento, pH, análise de cetose, análise de adulteração (modelo de análise untargeted)

Amostras

Leite de vaca, ovelha, cabra e búfala in natura no tocante à contagem celular somática total e leite de vaca in natura no tocante à contagem celular somática diferencial

Obrigatório *

Discuta as possibilidades

Entre em contato com a FOSS para obter mais informações sobre uma solução exatamente ideal para suas necessidades.

Testes avançados do CombiFoss 7

Agregue novos negócios com testes avançados

CombiFoss 7 é o primeiro analisador de alto rendimento para contagem celular somática diferencial e contagem celular somática total simultâneas. Outros testes avançados contando com o pioneirismo da FOSS incluem a análise de cetose e a análise de adulteração untargeted para ajudar seus clientes a lidar com os desafios da modernidade, tais como produtividade de laticínios do rebanho, eficiência da ração animal e proteção do suprimento de leite.

Vacas que se alimentam de grama

Há mais a ser feito em relação à mastite: O desafio e o potencial

Os laboratórios de teste de leite têm sido capazes de identificar vacas com mastite há muitos anos por meio da contagem celular somática como um indicador; no entanto, como afirma o especialista em doenças bovinas, Dr. Daniel Schwarz (DS), neste artigo de perguntas e respostas para a In Focus, ainda há trabalho pela frente e muito leite desperdiçado a recuperar.

leia mais (pdf 2031kb)

Contagem diferencial de células somáticas

A contagem diferencial de células somáticas (DSCC) da FOSS

A contagem celular somática diferencial (Differential Somatic Cell Count, DSCC) é um novo parâmetro de teste de leite apresentado em conjunto com o analisador CombiFoss 7 DC. Ele complementa o teste estabelecido para o número total de células somáticas (SCC) introduzido pela FOSS nos anos 1980.

leia mais

Contagem celular somática diferencial CombiFoss 7

Fossomatic 7

Há dois modelos disponíveis: Fossomatic™ 7 para contagem celular somática precisa e o modelo FossomaticTM 7 DC para contagem celular somática com capacidade de contagem celular somática diferencial. Ambos os modelos têm capacidade para até 600 amostras por hora e têm como base a tecnologia de citometria de fluxo que, por sua vez, conta as células somáticas de acordo com os padrões de ISO/IDF e da FDA/NCIMS.

leia mais

MilkoScan 7 Cuvette

MilkoScan 7

O MilkoScan™ 7 é um analisador de leite de alta capacidade (até 600 amostras por hora), completamente automatizado, para o controle de qualidade do leite (central milk testing, CMT) e o plano de testes (dairy herd improvement, DHI). Aplicando espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier (Fourier Transform Infrared, FTIR), ele mede uma gama completa de parâmetros composicionais de teste.

leia mais

O que há de mais avançado em software de networking possibilita o controle eficaz de múltiplos instrumentos

Risco reduzido de perda de dados devido ao backup de todos os dados em um único local

Tempo mínimo de inatividade porque as atualizações e os ajustes são feitos com os instrumentos em funcionamento

Operações mais consistentes porque as tarefas de gerenciamento dos instrumentos são executadas de uma só vez, reduzindo o risco de erro humano

We make your user experience better by using cookies. If you continue on this website you agree to the use of cookies. Read more about cookies here.

×